sobre

A Minha Cia de Teatro foi fundada em 2014, como realização de um sonho de Antonio Ranieri, dramaturgo, diretor e produtor cultural, com mais de 20 anos de carreira, que sempre sonhou com uma cia onde pudesse dialogar cenicamente com atores interessados na dramaturgia moderna. A Cia é um espaço aberto a atores que desejam desenvolver e esmiuçar a dramaturgia apresentada por Ranieri, a cada projeto, buscando através do jogo cênico e de improvisações, a criação de um espetáculo onde haja uma identificação clara com o espectador. A estética nas encenações do grupo também são fatores importantes, mas sempre procurando por elementos simples, porém essenciais para se contar a história.

O primeiro texto: “ESTILHAÇOS” (2014), falava sobre os marginais que vivem na cidade de São Paulo. Mendigos, moradores de rua, usuários de drogas, travestis e prostitutas, compunham a trama cheio de reviravoltas. Primeiro projeto da série TEATRO SERIADO. Uma peça em quatro episódios, apresentados semanalmente para o espectador.

 “PLUZ SIZE LOVE” (2015), foi o segundo espetáculo do projeto seriado, a primeira comédia romântica da cia, e que abordava o tema da gordofobia (preconceito e intolerância com pessoas gordas). Submissa é uma mulher que cansada de sentir se reprimida, com baixa autoestima e sofrendo muito preconceito, após ser abandonada pelo marido, volta para a casa dos pais e decide emagrecer, buscando se adequar aos padrões da sociedade e reconquistar o marido.

“LEÃO CORAGEM – O MURO ALÉM DO MEDO” (2016/17/18), é o primeiro texto de pesquisa da cia. Foram 07 anos de estudos do autor sobre o medo e a síndrome do pânico, e de como o medo pode nos paralisar. O autor após sofrer de síndrome do pânico decide se expor para trocar com o espectador a fim de dialogar sobre o assunto de forma lúdica e visceral, buscando uma saída para esse mal que é considerado como a doença do século XXI (SPA). O espetáculo fez 03 temporadas na cidade de São Paulo e participou no ultimo semestre de 2018 do circuito FDE, que leva espetáculos teatrais para as escolas públicas no interior de SP.

“VIDROS ARRIADOS” (2018) foi o primeiro texto LGBTQ+, da cia, apresentando uma comédia romântica homoafetiva. O espetáculo mostrou uma outra possibilidade de contar a história de amor entre dois homens, abrindo mão do excesso de nudez, visto quase sempre em espetáculos do gênero, por outro lado, recheou de clichês apresentados nas comédias românticas do cinema mundial, o que resultou em relatos apaixonados de espectadores de todas as orientações sexuais.

 

Em fase de ensaios, em 2019 estreará o espetáculo “CAIO – QUANDO O AMOR NÃO VEM”, o primeiro solo do cia, que Ranieri além de escrever será o interprete. Para compor o espetáculo ele convidou três diretores que se revezarão entre as fases da personagem. A obra é uma comédia ácida sobre o amor na terceira idade, discutindo a história de um homem que com 70 anos revê as suas escolhas e se questiona sobre aceitação e se ainda há tempo de recomeçar. A estreia está prevista para o segundo semestre de 2019. 

 

espetáculos realizados

caio, quando o amor não vem

vidros arriados

leão coragem

plus size love

estilhaços

 

sala de ensaio

 
  • Branca Ícone Instagram
  • Branco Facebook Ícone

contato

Antonio Ranieri

ranieri.producao@gmail.com

Tel: 11 98696.7096